top of page
Buscar
  • Setrix Segurança em Tecnologia da Informação

EDR e EPP: entenda qual é a melhor solução para a segurança da sua empresa

Enquanto uma delas é focada na prevenção, a outra está preparada para responder às ameaças aos endpoints. Os endpoints corporativos estão expostos a diversos riscos de segurança, desde golpes de phishing até downloads a partir de links maliciosos e outras tantas formas de ataques virtuais.


Mas existem soluções no mercado que colaboram para que os dispositivos da sua empresa não se tornem um alvo fácil de hackers que tentam atingir a rede.


As plataformas EDR e EPP colaboram para que a proteção aos endpoints tenha um alto nível de automatização de maneira inteligente e com capacidade de resposta às ameaças que estão em constante evolução.


Continue a leitura para conhecer essas duas soluções, saber quais as diferenças entre elas e qual deve ser a sua escolha para proteger seus dispositivos, sistemas e rede.


O que é e como funciona uma solução EDR?


Endpoint Detection and Response (EDR) ou, em português, Detecção e Resposta de Endpoint, é uma solução de segurança que permite o acompanhamento, em tempo real, das atividades do endpoint - que são os dispositivos conectados à rede, como notebooks, computadores e servidores, dentre outros.


Essa visibilidade possibilita a detecção instantânea de comportamento malicioso, que é monitorado e registrado através da telemetria de dados de endpoint, e a pronta resposta às ameaças ou ataques.


Além disso, essas telemetrias extraídas através do EDR podem ser analisadas manualmente pela equipe de TI dedicada à cibersegurança, para que ela atue de forma preventiva e proativa nos próximos ataques.


Na prática, a maioria das soluções EDR se apoia em quatro funcionalidades principais para garantir seu lugar como um bom recurso de segurança. Olha só:


1. As soluções EDR atuam como uma barreira de contenção, bloqueando ameaças em endpoints antes que elas alcancem toda a rede.

2. Além de buscar um malware baseado em arquivo, elas também detectam atividades suspeitas nos endpoints.

3. As soluções EDR contam com recursos de resposta a incidentes que colaboram para que a equipe de cybersecurity responda aos ataques com mais agilidade.

4. Os dados extraídos do endpoint são enviados para um repositório central onde ficam disponíveis para análise, facilitando a investigação das causas da vulnerabilidade que resultou em um ataque. Em tempos de LGPD este é um recurso muito importante.


O que é e como funciona uma solução EPP?


O Endpoint Protection (EPP), chamado em português de Proteção de Endpoint, é uma solução de segurança virtual que atua na prevenção de ameaças tradicionais, como um malware, e de ameaças avançadas, como um ransomware ou ataques sem arquivo.

Para que sejam capazes de prevenir essas intrusões, as plataformas EPP utilizam diversos métodos, como:

· A consulta a bibliotecas de malwares conhecidos, localmente e em nuvem;

· A técnica sandboxing, em que arquivos são executados primeiramente em um ambiente virtual para a possível detecção de um comportamento malicioso;

· Mesmo se não houver uma assinatura de ameaça conhecida na biblioteca de consulta, as soluções EPP são capazes de identificar anomalias comportamentais suspeitas;

· Através de algoritmos de Machine Learning, realizam uma análise estatística antes da execução de um arquivo;

· Bloqueiam ou liberam acesso para determinados endereços de IP, URLs e aplicativos.

Além disso, as soluções EPP podem proteger o endpoint com criptografia de dados, para evitar perdas, roubos ou vazamentos; instalam antivírus de última geração, implementam o firewall ou ainda possibilitam o gerenciamento de correções de vulnerabilidades.


Quais são as diferenças entre as soluções EDR e EPP?

Como você viu até agora, as plataformas EPP ajudam a prevenir ameaças aos dispositivos endpoint. As soluções EDR, por sua vez, atuam na identificação e resposta de atividades maliciosas que conseguiram atravessar a EPP e as outras barreiras de segurança que você utiliza.

Na prática, isso quer dizer que enquanto as soluções EPP detectam ameaças desconhecidas e intrusões nos endpoints, as soluções EDR acrescentam uma nova camada de defesa como resposta a essa invasão.

Pode ser que, neste momento, você esteja pensando que é melhor para a segurança da empresa adotar uma solução EDR. Porém, para estar com endpoints realmente seguros contra ameaças tradicionais e avançadas, uma abordagem conjunta é mais efetiva - quando funcionam simultaneamente, EDR e EPP se tornam uma solução integral de segurança aos seus dispositivos.

Aliás, no dia a dia da operação da sua equipe de cibersegurança, há uma diferença significa entre as duas soluções: o EDR demanda a análise de especialistas para que haja uma resposta adequada aos ataques, enquanto o EPP roda praticamente sem intervenção humana, uma vez que sua instalação e configuração iniciais já foram feitas.


EDR ou EPP: qual é a melhor opção?

Os especialistas em segurança virtual recomendam o uso conjunto de soluções EDR e EPP, visto que uma proteção total é difícil de ser alcançada sem esse tipo de atuação em diferentes frentes - enquanto o EDR responde à suposição de violação, o EPP previne ameaças para que elas não atinjam seu endpoint.

A verdade é que a ausência de uma dessas proteções coloca em risco seus dispositivos endpoint e essa vulnerabilidade pode resultar em ataques bem-sucedidos.

A combinação de EDR e EPP traz prevenção, detecção e resposta para manter os usuários, dispositivos e a rede da sua empresa devidamente seguros.

A Setrix possui um time de especialistas em identificar as melhores soluções para a construção de uma sólida Segurança da Informação para a sua organização. Entre em contato conosco e se proteja agora mesmo de ataques cibernéticos.


239 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page