top of page
Buscar
  • Setrix Segurança em Tecnologia da Informação

Quais as diferenças entre Firewall e WAF?

Atualizado: 1 de fev. de 2023

Vivemos em um mundo cada vez mais tecnológico e online. Praticamente todas as informações e dados importantes de um negócio estão na rede. Seja esses dados sobre a empresa ou sobre os clientes, eles devem ser guardados a sete chaves.


Para garantir essa proteção, é necessário métodos de segurança online. Como, por exemplo, a instalação de firewall ou WAF. Mas afinal, como saber qual proteção escolher? No conteúdo de hoje, vamos abordar cada um deles, para que servem e suas diferenças.


Portanto, se você deseja assegurar a proteção da sua empresa, seus funcionários e clientes, continue com a leitura até o final e saiba fazer a melhor escolha para seu negócio!

O que é Firewall?

O principal objetivo do Firewall é limitar o tráfego de entrada, saída e movimentação dentro de uma rede privada. Desse modo, é possível proibir que pessoas, dentro ou fora da rede, executem ações na web que possam colocar a segurança da empresa em risco.


Esse software funciona como um “portão” com segurança dentro de uma rede privada. Apenas pessoas autorizadas, e depois de serem identificadas, conseguem ter acesso às informações daquela rede.


O Firewall também trabalha com formas de afunilamento de ameaças, de modo que, quando identificadas, são barradas antes de entrarem na rede e comprometer a segurança.

Para que serve?

As principais funções do Firewall são: controle as aplicações permitidas na rede, gerenciar a largura de banda para aplicações críticas, bloquear aplicações peer-to-peer, bloquear componentes improdutivos das aplicações, visualizar o tráfego das aplicações, gerenciar a largura de banda para um grupo de usuários, bloquear ataques de ransomware e violações, identificar conexões por país, prevenir vazamentos de dados por e-mail e webmail e gerenciar a largura de banda para o streaming de áudio e vídeo.

O que é WAF?

O WAF, sigla para Web Application Firewall, tem como principal objetivo proteger aplicativos da web que sejam fundamentais para o bom funcionamento de uma empresa. Dentro do OSI, ele atua na camada 7, ou seja, na camada de aplicativos.

O WAF pode ser utilizado On-premises (dentro da rede da empresa) ou hospedado em nuvem, podendo até mesmo ser contratado como serviço. A aplicabilidade vai depender da infraestrutura de rede da empresa.

Para que serve?

Dentre de toda a proteção que o WAF oferece, as principais são: ataques de injeção, quebra de autenticação, exposição de dados sensíveis, entidades externas XML (XXE), quebra de controle de acessos, alteração da configuração de segurança, cross-site scripting (XSS), execução remota de códigos para invasão, manipular componentes com vulnerabilidade conhecida, adulteração de log e monitoração, entre outros.

Diferenças entre Firewall e WAF

Apesar de tanto o Firewall quanto o WAF terem sido projetados para garantir uma estrutura segura para usuários da rede, eles possuem operações diferentes. Como por exemplo, o modo como são operados/instalados. Enquanto o Firewall é operado de uma rede, o WAF funciona sendo instalado em aplicativo.


O Firewall funciona como uma camada protetora de acessos indevidos. Quase como um “porteiro” da sua rede. O WAF, no entanto, protege servidores HTTP/HTTPS de ataques cibernéticos. Sendo os mais comuns:


● Broken Access Control

● Cryptographic Failures

● Injection

● Insecure Design

● Security Misconfiguration

● Vulnerable and Outdated Components

● Identification and Authentication Failures

● Software and Data Integrity Failures

● Security Logging and Monitoring Failures

● Server-Side Request Forgery


As camadas de atuação de cada tipo também são diferentes. No OSI o Firewall atua nas camadas mais externas, mais longe do usuário final. Enquanto o WAF atua nas camadas mais próximas do usuário.


Pode parecer óbvio, mas é bom ressaltar que até mesmo os algoritmos são diferentes, visto que atuam de maneira divergente. No Firewall são usados algoritmos de proxy, de filtragem de pacotes e de inspeção com/sem estado. Os usados no WAF são de detecção de anomalias, heurísticos e algoritmos baseados em assinatura.

Conclusão

Por oferecerem tipos diferentes de proteção, é necessário estudar bem as opções para escolher a melhor para seu negócio. O ideal seria usar um como complemento do outro, visto que um Firewall não oferece proteção contra ataque de Web, e um WAF não protege ataques nas camadas de rede.


Se ainda estiver com dúvidas, entre em contato com a equipe Setrix, ou, se preferir, agende uma consultoria para ter soluções específicas para sua empresa.

204 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page