top of page
Buscar
  • Setrix Segurança em Tecnologia da Informação

O maior vazamento de dados e o alerta para a cibersegurança

Os dados são extremamente importantes para as empresas nos dias atuais. Esses dados contêm informações cruciais sobre a organização, colaboradores, clientes e até mesmo concorrentes. É através deles que as empresas conseguem tomar decisões mais precisas e criar estratégias de marketing e vendas.


Por isso, evitar o vazamento de dados é fundamental para manter a saúde do negócio em dia. Muitos problemas podem surgir caso esses dados caiam em mãos erradas. Além de colocar a imagem da empresa em risco, todos que tiveram seus dados expostos ficam vulneráveis à ameaças de pessoas má intencionadas. 


Recentemente, veio ao conhecimento público um super vazamento de dados, que ficou popularmente conhecido como “mãe de todos os vazamentos”. Esse acontecimento colocou empresas de todo o mundo em alerta sobre a importância de investir em cibersegurança.


Neste conteúdo vamos falar mais sobre esse vazamento que chocou o mundo, como saber se você teve seus dados vazados e como se proteger. Então, para ficar por dentro do assunto, continue lendo até o final!


Maior vazamento de dados dos últimos tempos

Em janeiro de 2024 veio à tona o “super vazamento” de dados, que ficou conhecido como “mãe de todos os vazamentos” ou ainda MOAB (mother of all breaches, em inglês). O vazamento recebeu esse nome por conter 26 bilhões de registros, que formam 12 terabytes de informações!


Os dados vazados vão desde usuários de redes sociais à instituições e organizações governamentais de todo o mundo, incluindo do Brasil! Apesar do alto número de dados expostos, a preocupação dos especialistas vai além dessa exposição.


Bob Dyachenko, pesquisador responsável pelo descobrimento do MOAB, junto com a CyberNews, acredita que a “mãe de todos os vazamentos” funciona como uma rede de venda de dados. 


A grande preocupação também se dá devido ao fato do MOAB ser um compilado de diversos vazamentos de dados que aconteceram no passado. Dessa forma, milhares de informações de pessoas e empresas de todo o mundo estão concentradas em um só local. Isso facilita a vida de cibercriminosos.


O que foi vazado?

Todos os dados vazados que fazem parte desse compilado podiam ser encontrados por qualquer pessoa em um endereço de Web. No entanto, esse endereço já foi retirado do ar. Apesar de não ter confirmação de quem foi o autor desse vazamento, acredita-se que foi causado por algum corretor de dados ou empresa de segurança cibernética.


A maioria dos dados vazados vieram do aplicativo chinês de mensagens, o Tencent QQ, com 1,4 bilhão de registros expostos. Em seguida, temos Weibo, com 504 milhões e o MySpace, com 360 milhões.


A lista ainda conta com outros grandes nomes conhecidos. Como:


  • Twitter - 281 milhões

  • Wattpad - 271 milhões

  • NetEase - 261 milhões

  • Deezer - 258 milhões

  • LinkedIn - 251 milhões

  • AdultFriendFinder - 220 milhões

  • Zynga - 217 milhões

  • Luxottica - 206 milhões

  • Evite- 179 milhões

  • Zing - 164 milhões

  • Adobe - 153 milhões

  • MyFitnessPal - 151 milhões

  • Canva - 143 milhões

  • JD.com - 142 milhões

  • Badoo - 127 milhões

  • VK - 101 milhões

  • Youku - 100 milhões


No mínimo 39 sites brasileiros tiveram os dados expostos. Entre eles, estão: Riachuelo, Pernambucanas, Habib's, Ragazzo, Petrobras, Universidade de São Paulo (USP) e SPTrans.


Como saber se seus dados foram vazados

A própria CyberNews criou uma ferramenta para que as pessoas possam verificar se tiveram seus dados vazados ou não. Essa ferramenta é muito simples e intuitiva.


Para fazer a verificação, basta acessar o site Personal Data Leak Check e preencher o campo indicado com o e-mail ou telefone e clicar em “check now”. 


Caso apareça que seus dados foram vazados, é recomendado que seja trocada a senha de todos os serviços que você acessa usando aquele e-mail. Dessa forma, você impede que cibercriminosos, ou pessoas má intencionadas, use essa informação para acessar outras contas suas. 


Se proteja do vazamento de dados

Existem algumas ações simples que podem fazer muita diferença na hora de proteger seus dados. Como por exemplo, usar senhas diferentes para todos serviços digitais ou redes sociais. 


Parece bobo falar isso, mas muitas pessoas usam a mesma senha para todos os serviços e redes. Isso pode ser um grande problema, pois se alguém descobrir a senha de um local, pode tentar usar essa mesma senha em outros serviços. Se a senha for a mesma, a pessoa terá sucesso em conseguir o acesso.


Utilize senhas fortes! Mescle números, letras maiúsculas e minúsculas e caracteres especiais. Assim, é mais difícil que descubram sua senha. Consequentemente, isso evita o vazamento de dados pessoais. 


Ativar a autenticação em dois fatores também é uma ótima forma de evitar o vazamento de dados. Isso porque, mesmo que alguém descubra sua senha, o acesso não será permitido até que ela consiga passar pela segunda camada de proteção.


Normalmente, para passar por essa camada extra, a pessoa irá precisar de um código único enviado para o celular do proprietário da conta.


Evite também cadastrar seu e-mail em todo e qualquer site que encontrar na internet. Existem muitos sites fraudulentos que existem com o único intuito de coletar dados e usá-los para o mal.


Cibersegurança com a Setrix

Além das ações citadas acima, a melhor forma de evitar o vazamento de dados é investindo em cibersegurança. Existem muitas formas de segurança cibernética, cada uma com suas características e indicadas para casos específicos.


Na Setrix você encontra diversas soluções para a segurança digital da sua empresa. Além de uma consultoria feita por especialistas da área, que estão aptos para te ajudar a entender o que é o melhor para o seu negócio.


Entre em contato e saiba como a Setrix pode ajudar!


12 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page